Dark Lover (Amante Escuro)

Primeiro livro da série
Personagens: Wrath e Beth
Pouco antes de sua morte Darius, o sétimo vampiro da Irmandade pede ao Wrath que cuide de sua filha Beth, meio humana meio vampira que está a ponto de passar pela transição, ou seja, se converter em vampira. Mas é um processo perigoso que pode significar sua morte ou a conversão o que implica uma mudança de vida, estilo e raça, abandonar sua vida humana e passar a viver entre as sombras da noite. Wrath se nega, mas depois da morte de seu "irmão" e amigo procura Beth para instruí-la e lhe advertir....

Beth desconhece suas origens e procedência. Criou-se em orfanatos depois da morte de sua mãe após lhe dar a luz, nunca conheceu seu pai. É atualmente uma jornalista que vive como mais uma em meio a multidão de Caldwell, em Nova Iork. Mas depois da irrupção de Wrath em sua vida esta, sofre um salto de 180 graus. A entrada em uma vida na escuridão, a conversão em vampira e … uma intensa e sensual relação com o líder da Irmandade, apesar da inicial reticência por parte de ambos. Beth teme a esse enorme desconhecido, Wrath não quer vínculos nem laços de nenhum tipo, tão só a ajudará a passar pela transição diz, pois seu sangue é poderoso, antigo e o mais forte... Mas os planos são feitos para quebrar-se e o perigo lhes une em uma ardente e sensual relação que os vincula irremediavelmente.
Como o próprio resumo já diz, Beth é filha da Darius, um dos integrantes da Irmandade da Adaga Negra com uma humana, mas nunca soube quem era o seu pai. E quando se aproxima o período de transição, seu pai sabendo que ela corre risco de não sobreviver pede ao seu amigo que a ajude já que não há sangue mais puro que o dele. Wrath, ou W, se nega mas muda de idéia quando seu amigo morre. E é assim que Beth e Warth se conhecem. As roupas de couro pretas, os óculos escuros e até mesmo a cegueira fazem de W irresistível..... Um vampiro carinhoso, ciumento e protetor...Diferente dos Cárpatos, bastante conhecidos, esses vampiros não se alimentam dos humanos, somente de vampiros do sexo oposto.
O primeiro encontro deles é repleto de química e a atração é imensa.
Essa é a impressão de Beth ao ver Wrath ....
“Tinha o queixo proeminente e forte, lábios grossos, maçãs do rosto marcados. O cabelo, escorrido e negro, caía-lhe até os ombros de uma mecha em forma de V na frente, e em seu rosto se apreciava a sombra de uma incipiente barba escura. Os óculos de sol negros que usava, curvadas nos extremos, ajustavam-se perfeitamente a seu rosto e lhe conferiam um aspecto de capanga.”


...." Santo Deus, cheirava estupendamente. A suor fresco e limpo. Um almíscar escuro e masculino.”



Grandes destaques


- a primeira vez de W e Beth
- quando W marca Beth
- a transição de Beth
- a amizade de Duro
- a aceitação dos guerreiros
- a cerimônia do casamento
- o resgate de Beth
- a recuperação de W
- a emoção de Darius



Trecho inesquecível - A aceitação dos guerreiros
 


Grandioso. Ali estava, nua sob um roupão, só com mais de quinhentos quilos de vampiro.


Tentar ficar indiferente era impossível, assim que se dirigiu com certa inquietação à cadeira do Wrath.


Não chegou longe. As cadeiras foram arrastadas para trás, os cinco homens se levantaram em uníssono e começaram a aproximar-se.
Ela olhou aos dos dois que conhecia, mas as severas expressões de suas faces não a tranqüilizaram.
E de repente, apareceram as facas.
Com um assobio metálico, cinco adagas negras foram desencapadas.
Ela retrocedeu freneticamente tratando de proteger-se com as mãos. Atingiu-se contra a parede, e estava a ponto de gritar chamando o Wrath, quando os homens se deixaram cair de joelhos formando um círculo a seu redor. Com um só movimento, como se tivessem ensaiado aquela coreografia, afundaram as adagas no chão a seus pés e inclinaram a cabeça. O forte som do aço ao se chocar contra a madeira parecia tanto uma promessa como um grito de guerra.
Os cabos das facas vibraram. A música rap continuou soando.


Pareciam esperar dela alguma resposta. - Huuumm. Obrigado - disse.
Os homens elevaram a cabeça. Gravada nas duras feições de seus rostos havia uma total reverencia, e inclusive o da cicatriz mostrava uma expressão respeitosa.
E então entrou Warth com uma garrafa de chocolate Hershey.
- Já vem o bacon. - Sorriu - Olhe, lhe gostam.
- Graças a Deus - murmurou ela, olhando as adagas.



Em meio a tudo isso surgem alguns personagens que são enredados na estória de uma maneira tal que acabam se tornando super importantes.


Butch ou O Duro - detetive de homicídios Brian Ou'Neal, que era a fim de Beth e que se tornou amigo dos vampiros, em especial com V. Duro foi o amigo leal e foi uma surpresa pois achei que ele iria pirar naquele novo mundo.
Marissa – uma vampira que me agradou demais com seu comportamento, posso falar que ela adorei todas as vezes em que apareceu e torci muito por ela, espero encontrá-la em outro livro e que ela consiga deixar o Duro ainda mais enlouquecido...
Fritz – mordomo de Darius e depois de Beth, se tornou muito querido e indispensável.

Continua...

[em cólicas pro livro 2 que só chega quinta...] :)

2 comentários:

jefhcardoso disse...

Paulinha, obrigado pelo carinho e pela atenção. Mas me diga, qual o trecho bíblico de que gostou? (sorrio).

Parabéns por difundir literatura em seu blog!

Abraço do Jefhcardoso!

Paulinha disse...

Eu que agradeço suas visitas, Jefh!
Beijone!
:)